O Renascimento do Parto – O Filme PROMOCIONAL (Birth Reborn – promo with subtitles)

O Renascimento do Parto – O Filme PROMOCIONAL (Birth Reborn – promo with subtitles)


[Master Brasil and Ritmo Filmes] [Present] [Birth Reborn] [Michel Odent / Obstetrician] [Heloisa Lessa / Obstetric Nurse] In fact, we have accounts that childbirth in pre-agricultural civilizations was much simpler and much quicker. [Ricardo Jones / Obstetrician] The way we handle birth in contemporary, industrial societies is quite a new event‚ if we take into account how long we’ve been on this planet. Nowadays childbirth in Brazil has become a surgical act instead of a physiological event. This model that we’ve created – centered on physicians, pathology and hospitals – is a model that has already run its course. [Marcio Garcia / Actor and Director] The world today is prone to putting you inside a room in order to get a c-section. I’ve come to see that as a fact. [Fernanda Macedo / Obstetrician] The amount you receive from health insurance does not make up for the appointments‚ you had to cancel at your practice. You earn more money in an afternoon seeing patients than at a birth. Insurance companies and the hospitals have no interest in a woman that gives birth naturally. We have already reached a point in Brazil in which almost 50 percent of women deliver their children‚ by way of major abdominal surgeries. Worse yet, certain groups within the Brazilian population, like the middle class‚ have around 85 to 90 percent chance of having their children through cesarean birth. This is fundamentally a tragedy. The c-section is a wonderful surgery that saves lives every single day… but it should not be done to all patients under unnecessary circumstances before the onset of labor. Labor is in fact fundamental to a baby’s birth… .and if we were to compare safety, which is something that every mother evidently seeks‚¶ it is much safer. [Ricardo Chaves / Pediatrician] It’s as if you were to do something as an artisan. You don’t simply take your wife and throw her‚ into a system that’s like a childbirth assembly line, in which your child‚ will be born when it suits someone’s schedule. Here is what I want to know: did we make a deal with the baby that it would be born on Friday at 4 pm? And if so, did it confirm to us that it was ready to be born? This deal in an utter impossibility; this deal does not exist. The main player in childbirth has become the physician, man, and the product of this birth is the baby and the woman is a secondary by-product. In order for the contemporary obstetrical model to arise, it was absolutely necessary‚ to create the idea that women were essentially incompetent and unfit‚ to handle labor and birth on their own. [Flavia Menezes / Mother] I thought there was something wrong with me‚ that I would never be able to have a normal birth. [Andrea Nascimento / Mother] I had a c-section because I only ditated up to 2 cm. The baby could not go through. [Joana Prudente / Mother] Whenever talking to him and saying that I wanted a normal birth, I noticed he would bring up a series of misgivings. He came up with an issue each time, saying that maybe it would be best to schedule a c-section. Classical hospital birth is very violent; There’s the cold, the way the child is manhandled, the noise, the light. [Laura Uplinger / Psychologist] it’s such a huge shock that the first, powerful transition in life, comes with a stamp of violence. It is a bunch of gross mistakes, but the child comes out alive‚ and everyone claps. It seems physician performed a miracle. Sorry, guys, but it was the woman who brought forth that life, and God is behind it all. [Andrea Santa Rosa Garcia / Nutrition Expert] I remember asking my physician “Is he ok?”. Because I had told her that when my baby was born‚ I wanted him to come to me, I wasn’t happy with that c-section. And she was so insensitive; in such and important moment to me, she didn’t respect that. Because it’s just another one for her. It’s different for her, it’s just another birth. When Pedro was born, the woman that was going to give him his first bath‚ grabbed him by the leg, like he was a piece of chicken, and I said. “Whoa, hang on!” She said: “Calm down, I do this every day.” “But this is his first time”, I said. “I don’t care if you do this 20 times a day. My son’s just born, he’s mine and he’s unique.” I said: “I am not going through life without giving a normal birth.” “I cannot miss out on this experience” And it was wonderful, it was a great experiente, and then came Nina. When I became pregnant with Felipe, I said: “Well, I’ve had a c-section, I’ve had a normal birth‚ now that’s all I need. I will give birth to Felipe at home.” And the most appropriate place for a woman to give birth is, according to the World Health Organization‚ where she feels safe. For many women, the safest place is their home. For others, the safest place is in a birth center. For another group of women, the safest place will still be a hospital. And all of these women must be included in our healthcare system. We are going through an unprecedented moment in the history of mankind. The use of synthetic oxytocin is so widespread, it’s a drug that is present, in almost every birth. When we reach a point in which no woman gives birth vaginally‚ just because of our society’s utter incompetence in dealing with this phenomenon‚ then it may be too late! What will become of our system of producing love hormones‚ if they stop being used, if they become useless? What does that mean in terms of civilization? A film by Erica de Paula and Eduardo Chauvet Director of Photography – Rafael Morbeck Sound Design – Guilherme Negrao Research and Script – Erica de Paula Directed by Eduardo Chauvet Acknowledgements: ReHuNa (Network for Humane Labor and Birth) / Mila Lima / Dani Rico / Maternidad Clinica La Primavera (Ecuador) English Version (Translation – Clarissa Oliveira) (Revision – Claudia Chauvet) Motion Picture Premiere: March 2012

100 thoughts on “O Renascimento do Parto – O Filme PROMOCIONAL (Birth Reborn – promo with subtitles)

  • @epacupuntura Não podemos comparar o Brasil com a Europa. Lá o parto o parto é encarado com naturalidade porque foi lá que na década de 70 começou a luta pela humanização do parto. Ou seja, lá a realidade é outra. Aqui no Brasil o parto normal é na verdade anormal, por isto as mulheres não o encaram com naturalidade. Só vamos conseguir convencer as mulheres a fazerem o parto normal se a realidade mudar e a humanização se tornar uma realidade para todas, inclusive no SUS.

  • @isabeato Gostei de sua frase. Quando tive meu filho foi por parto normal, mas este parto normal violente e grotesco que se pratica no SUS. Resultado, me senti menos mulher. Eu chegava mesmo a dizer: "Acho que não sou mais mulher" Tenho vontade de ter outro filho mas não tenho coragem porque não quero passar por tudo novamente. Mas ainda quero ter outro para parir naturalmente e sentir a força de ser mulher.

  • Gostaria de expor aqui um ponto importante que ninguém pensa… As pessoas que nasceram através do parto normal deveriam fazer uma regressão de memória pra entender o que o feto sente ao passar pelo canal de parto, pois falam muito que na cesária ele nascerá com luzes e falatórios ao redor, que é horrivel pro bebê etc, mas ninguém pensa que no PN também há seus dissabores. Leiam o Livro da Dra.Helen Wambach, fizeram regressão com mais de 2 mil pessoas pra saber o que sentiam no nascimento.

  • O que tenho a dizer é que vivo na Europa e vou ter meu filho aqui através de parto normal, simplesmente porque a mulher nasceu e foi criada para dar a luz assim, da forma mais natural possível. Aqui não te induzem a nada, simplesmente te preparam para o parto normal e ponto. A cesária será indicada somente em casos de sofrimento fetal ou alguma complicação no parto.
    Nas primeiras horas de vida do bebê ele estará deitado no colo da mãe e sendo amamentado por ela.

  • Não vejo a hora de assistir o filme…
    Eu acredito que as mulheres podem parir e que raramente tem problemas para q isso aconteça!
    EU DIGO NÃO A CESÁREA ELETIVA!

  • @mateushmdm Existem casas de parto q ñ cobram 1 centavo para acompanhar a mulher em sua jornada do parto vaginal.
    Na minha cidade o Hospital Regional tbm humanizou-se e faz parto humanizados sem cobrar meio centavo!
    É claro q humanizar o maior números de nascimento pelo SUS está longe de acontecer, mas não é impossível!!
    Eu vou iniciar minha facu de Enfermagem esse ano e irei me especializar em obstetrícia pra levar a humanização do parto ao maior nº de pessoas possível.
    Eu acredito!!!

  • @mateushmdm Assisti e gostei muito, principalmente pelo fato de terem colocado uma cesárea e mostrar em q condições a mãe estava depois da cirurgia.

    Excelente video.

  • já vi gente ter parto normal e não ter problema e outra terem , como eu tive….já vi mulherers terem parto cezárea e não terem problemas e outras terem… muitas coisas devem ser revizadas… Sou estudante de medicina e percebo que cada um defende eu ponto…muita coisa precisa ser revista com relação ao parto…

  • Ameiiii, mulheres por favor procurem se educar, aprender, e entender que o parto cesario so deve ser feito em ultimo caso, se o bebe ou mae (ou ambos) estiverem correndo risco de vida. Bebes forao feitos para nascerem naturalmente e nao para nascerem de acordo com a nossa agenda.

  • estou anciosa ara o lançamento do filme! parabéns a iniciativa,participação muito significativa de ícones da obstetrícia e da humanização do parto!

  • Estou ansiosa para assisti-lo, estou em formação pra ser Doula e esse vídeo vai ajudar muito no meu trabalho com gestantes e incentiva-las a buscar o parto natural, pois a maioria só que saber de cesarianas agendadas desde o 2º mês de gestação o que é lamentável!

    Acho que esse filme será revolucionário!

  • Excelente!Nos faz refletir sobre a "indústria" do parto cesário!Claro que é necessário muitas mudança nos hospitais onde se realizam parto na rede Sus e convênio e particulares.Antes de tudo é preciso haver humanização na assistência! Respeitar e ajudar a gestante e família neste momento tão ímpar, que é o nascimento de um bebê,um novo membro desta família.

  • Socorooooooooooooo… estou de 5 meses e na minha cidade os médicos não fazer parto natural… era o meu sonho!! Ou seja, vou pra faca!! Snif…

  • Flor, ninguém pode te obrigar a ir pra faca, podem tentar fazer sua cabeça mas vc vai se quizer… existe um grupo virtual chamado parto do princípio que tem uma lista dos médicos que fazem parto natural em várias partes do Brasil, quem sabem podem te ajudar a encontrar um na sua cidade ou próximo, lute e relute mas não faça cesárea se não quizer ok? Qualquer coisa deixe seu email que posso tentar te ajudar, um abraço e boa hora pra vc!!!!

  • lINDOOO….LINDOOOO..imagino o filme..será perfeito..PARTO NORMAL..A TODAS AS MAMAES..PARTO HUMANIZADOOOOOOO…NO ACONCCHEGO DOS NOSSOS LARES…PARTO NATUREZA…DEUS O FEZ ASSIM.

  • Eduarda, onde moras?? Tem enfermeiras obstétricas que viajam para outras cidades para auxiliarem no parto natural domiciliar, já te informastes????

  • Jualemdoreflexo, não se esqueça que este é apenas o TRAILER do filme que vai abordar as questões com mais profundidade.
    Mas como vc tocou na questão vou fazer uma breve consideração:
    Estes números que vc citou (1 morte em cada 3 partos) são de alguma pesquisa? De qualquer forma,não podemos esquecer que naquela época não haviam exames diagnósticos pré natais que detectassem as intercorrências gestacionais,nem hospitais próximos,médicos especializados ou ambulâncias para intervir quando necessário

  • Graças a Deus o meu parto foi normal. Eu quis muito isso tinha um pavor em pensar em ter um cesariana. Deus me livre! Parto normal pode ser doloroso no momento, mais é lindo e o vínculo que vc já cria com o seu filho. È um momento mágico. Sou super á favor do parto normal, cesariana só se não tiver jeito mesmo.

  • Amei o vídeo! Meu parto foi humanizado e foi maravilhoso em 11/05/2012!
    Realmente o amor prevalece neste momento… é uma verdadeira overdose de oxitocina!!!
    PARABÉNS!

  • Parabéns pelo trabalho fantástico com um tema que mexe tanto como nós mulheres. Espero que, com iniciativas como essa, as pessoas se conscientizem…. Queria muito ver o documentário todo, por favor me avisem qdo for lançado.

  • Estamos aguardando anciosos a distribuição do documentário, assim que possível divulguem a data de distribuição. Obg e Parabéns

  • Maravilhoso!!!!!!! Demais esse video de conscientização!!
    A sabedoria de nossos ancestrais, que está renascendo dentro do humano.
    No momento mais importante na vida de uma mulher, na hora em que ela vai tomar conhecimento de todo seu poder , é importantíssimo que ela seja a protagonista e a criadora do seu próprio parto.Esse é o maior ato de amor que um ser humano pode experimentar.
    O parto não é pra ser sofrimento como a maioria acredita, é pra ser alegria, é pra ser mágico!!!

  • Belo trabalho de reflexão profunda! Parabéns masterbrasil. Que a distribuição do filme seja a mais abrangente possível.

  • Mal posso esperar para assistir!! Minha filha nasceu em nossa casa, depois de 40 horas de trabalho de parto. Foi a melhor experiencia da minha vida! Faria tudo de novo!!! Tantas mulheres infelizmente nao tem ideia da experiencia maravilhosa que dar a luz a um filho sem intervencao hospitalar. Que este documentario possa trazer esclarecimento a tantas mulheres e que elas possam se euducar cada vez mais quanto a este processo fisiologico maravilhoso que e dar a luz a um filho!

  • É emocionante!!! Lembro do nascimento da minha filha, vem lagrimas nos olhos… MULHERES ASSISTAM ESSE VÍDEOOOOOO VOCÊS SÃO CAPAZES SIM!!!!

    A MÁFIA DA CESÁRIA PRECISA ACABAR!!!!

  • Lindo video!! estou com 37 smanas de gestação e minha médica resolve depois de meses me dizendo que faria o PN,marcar uma PC… eu não aceitei..e não sei como vou fazer p fugir do PC!

  • Em que cidade você mora? sempre é possivel fugir, enquanto vc não estiver deitada na maca anestesiada dá pra fugir 🙂

  • @jrlmenezes1 se refere a quantidade de pessoas que não curtiram, que agora são 19 "obstetras pilantras exploradores" que viram esse trailer. Rs. Adorei o vídeo. 😉

  • Sempre digo isso para todas as futuras mamães que conheço, imagina o trauma, você está no melhor lugar do mundo, escuro quentinho, ouvindo o corpo da sua mãe, quando de repente te trazem pra um lugar frio com luz intensa e todas aquelas secreções te impedindo de receber oxigênio. Enqto no parto normal o bebê sente quando é a hora de vir ao mundo pois o corpo da mãe começa a dar os sinais com antecedência, as secreções já começam a ser expelidas devido a compressão. A recup. é + rápida p/ ambos.

  • Minha mãe optou pelo parto normal, tanto comigo quanto com meu irmão. Ambas, gravidez risco, com bebês em posição não favorável. Eu nasci com a cabeça virada para o alto, ao contrário da maioria dos bebês. Meu irmão não conseguia encaixar para nascer. Graças a um bom obstetra, que era e continua sendo ginecologista dela e amigo da família, e optou por não recorrer a cesárea. Os médicos precisam se interessar e se capacitar, ao invés de continuarem alegando que a cesárea é a única opção!

  • Se estiver tudo bem, espere o seu TP tranquila, Gê! Se vc achar que vale a pena procurar outro obstetra, procure indicações de profissionais humanizados e faça mais uma tentativa. Se não, informe-se bastante sobre as fases do TP, espere o máximo possível em casa e encare o plantonista da maternidade. A probabilidade de vc sair na cesárea é menor do que se já estiver marcada. Boa sorte! 😉

  • E o que fazer quando o único obstetra do seu plano que faz parto humanizado te cobra R$ 12.000,00 para realizá-lo? Já liguei para mais de 15 obstetras do meu plano e me consultei com 7 para achar um que faz o parto normal (parei nesse, pois os demais só faziam cesárea). Ele cobra R$ 3.000,00 e estou disposta a pagar, já que não tenho outra opção, mas vai ser parto normal hospitalar. O parto humanizado mesmo, só aquele primeiro que cobrou R$ 12.000,00. Meu plano é o melhor da amil. O que fazer?

  • Flávia, eu não sei em qual cidade você está, mas existem ótimas casas de parto pelo Brasil, onde você será assistida por enfermeiras obstetras plenamente capazes..
    Em Belo Horizonte o SUS mantém a Casa de Parto Sofia Feldman, que é referencia na América Latina em Parto Normal e Humanizado. Meu filho, meus sobrinhos e os filhos de várias amigas nasceram lá.
    Eu sou doula, e se quiser posso te ajudar a encontrar um local para você receber o seu bebê.

  • No momento, 26, João Menezes…
    E louise Boeger, a questão não é simplesmente se capacitar ou conscientizar, trata-se de outros quiento$!!!

  • Tive minha filha por cesariana , fui enganada tbem. Agora quero ter outro bebe de PN. Vou tentar o VBAC, espero conseguir encontrar apoio

  • Ainda não sou mãe não tive tal experiencia, mas este video e MARAVILHOSO ja fiquei super anciosa pelo filme. Informações que não tinhamos conhecimento… Achei perfeita a frase do pediatra: Nos combinamos com o bebe se naquele dia e naquele horario ele esta esta pronto para nascer?… Não vejo a hora de estrear logo *-*

  • Fico muito chateada por que aqui na minha cidade eles forçam de todas as maneiras a cesariana, ouvi uma enfermeira falar que parto normal não compensa pq eles ganham preço de sutura, estou tentando engravidar mais não quero me submeter a cesariana.

  • não é só capacitação, é que para os medicos as vezes é bem mais conveniente (em tempo, agenda e dinheiro) marcar cesáreas, então se dão os dois fenómenos: eles recomendam cesariana que são aceitas e por conseqüência perdem a prática (é já no existem GOs que façam parto normal com bebê em posicão pélvica). Eu acho também que a falta de enfermeiras obstetricas ou parteiras "professionais" (com graduação universitaria) influi.

  • Hoje o que um residente quer não é ver parto normal. Ele quer cortar, quer abrir a mulher, cortar estas sete camadas de músculos e simplesmente "estorar o balão". O parto virou matéria, e o mais difícil, complicado, é a cesárea, e eles buscam estas para "aprender". Aprender algo limitado, um cortar, uma técnica, enquanto algo mágico, natural e bonito deveria estar acontecendo.

  • as minhas 2 filhas nasceram em casa! As experiências mais maravilhosas das nossas vidas! E da mais nova, que nasceu em abril de 2013 teve a participação da mais velha, com 4 anos… Vejam as fotos e os relatos no meu blog bbzsinlove . wordpress . com

  • Flavia, existem Casas de Parto que fazem o parto humanizado e são públicas. Além disso, vc poderia tentar trocar de plano, caso o médico que vc considere ideal não atenda pelo seu. Conheço uma pessoa que trocou de plano pra pode ter como médico o único em nossa cidade que fazia parto humanizado na época. E ele só atendia particular ou pelo plano de saúde que não era o dela.

  • Agradeço ao Hospital Universitário de Jundiaí que me proporcionou a alegria de ter um filho de parto normal. Parabéns Equipe. Muitos acharam que eu estava maluca por tentar, mas assistindo este vídeo percebi que eu não estou sozinha! Meu presente de aniversário!

  • Como faço para comprar esse filme, por favor???? Eu quero MUITO ver e não está em cartaz em BH. Obrigada, Marina.

  • Desde o inicio da minha gravidez eu optei pelo parto normal,mas a pressão não ajudou e tive que fazer uma cesárea, acho o parto normal perfeito é a hora que o bebe escolhe nascer!

  • Mulherada, minha mãe que teve 7 partos normais, e que nos dizia que depois que passa a cabeça é tudo tranquilo é uma grande verdade! Nós 7 tivemos todos os partos normais e na minha escola de Medicina, Botucatu, nada remetia a cezária como opção mas como exceção à regra, como uma necessidade ao sofrimento fetal ou materno! A vida vai ficando cada vez mais programada, para conforto e lucro dos obstetras e as mulheres perdendo a oportunidade de aprender com a dor genuína e única!

  • Acho que hoje em dia existe uma inversão de valores. As mulheres não querem sentir dor, marcam o parto pro dia que quiserem, vão lá tem seus filhos, e deixam eles com a mãe e com a babá porque provavelmente ela estará ponteada demais pra se mexer. Sou contra o parto cesária, quando ele é feito sem fundamentos concretos! É uma coisa forçada, não é natural, e a recuperação nem se fala, PÉÉSSIMA!

  • Eu acho o parto natural algo lindo. É biológico, é da Natureza da mulher, das fêmeas em geral e é uma pena que, por interesses políticos (aliás, a saúde brasileira está nas mãos de quem dá mais, do dinheiro), tantas crianças tenham nascido de forma brutal, fora do seu tempo. Concordo com a cesárea nos casos onde há risco para a mãe e o bebê. Fora isso, sejam bem vindas as dores, as contrações e bebês saudáveis e cheios de vida.

  • Tive meus dois filhos com parto normal, um com e outro sem anestesia. Experiência única e maravilhosa!

  • como eu ja tinha medo de parto normal e ainda engordei muito na gravidez eu preferi a cesarea porque sei que seria o melhor pra mim, e bom quando a gestante ja engravida com o sentimento de quer ter normal , como eu tenho convenio tive direitos de escolher como eu teria o meu bebe entao tive cesaria foi o que eu escolhi, nao queria sentir dores nao afff

  • Eu sempre quis ter parto normal, mas meus dois meninos estavam sentados na hora de nascer, os dois romperam a bolsa, mas nao pude ter o tao sonhado parto normal…..existe uma forma de ter parto normal qdo a criança está sentada?

  • Por Favor, assistam o documentário INTEIRO, depois venham falar dos riscos q existe em um parto normal.
    SE INFORMEM a respeito.

  • quero muito assistir! Estou grávida pela primeira vez, e quero desde o inicio o parto normal. 🙂

  • Maravilhaaaaa!! Normal!!!! Porem Deus no controle , se for necessário cesárea ok , mas em últimos casos!!! para salvar vidas!!! 🙂

  • Amei esse filme os meus dois filhos nasceu de parto normal o meu primeiro eu tive num hospital particular e fui muito bem tratada já minha filha nasceu no hospital público meu parto foi um pesadelo a minha ginecologista pediu para fazer cesariana pq o bebê era muito grande cheguei no hospital eles não concordam me perguntou se eu estava com medo e tentaram o parto normal foi aí que minha filha ficou entalada e teve lesão no plexo braquial graças a Deus ela é saudável só vai ficar uma pequena sequela tenho raiva até hoje e ainda sofro ao lembrar o que passei

  • LINDO!! chorei horrores só de ver. DIGA NÃO A VIOLÊNCIA, SOMOS AS PROTAGONISTAS, SUJEITAS DAS NOSSAS HISTÓRIAS. Eu tive parto normal e terei novamente !

  • nosso bebê nasceu em casa. com toda a supervisão da equipe de humanização que escolhemos. É incrível a saúde a vitalidade a energia do nosso filhote. 2 anos sem saber oque é uma febre

  • Quero muito assistir o filme todo, esse assunto gravidez, parto, maternidade, me interessa demais,
    Acredito que tanto o parto quanto a cesária tem seus riscos, o problema é a falta de conhecimento, e o modo como é executado. Afinal, somos seres pensantes, e com direito de uma escolha sábia.

  • Eu tive minha última filha em casa e foi a experiência mais incrível da minha vida. Eu venci esse sistema maldito que faz de tudo para roubar das mulheres o seu protagonismo. Um sistema que por causa de dinheiro e comodidade põe em risco a saúde de mães e bebês.

  • Esses médicos só viam criar vergonha na cara a hora que nós colocar eles no devido lugar esses inútil que fazem do parto uma doença bando de incompetentes !!!

  • E lindo pena não funcionar assim com nossa realidade do sus, tive meu primeiro filho por cesariana eletiva (por minha vontade),e se tiver dinheiro terei o meu segundo por uma cesariana,pq trabalho em uma maternidade pública e não desejo pra minha pior inimiga o que fazem com as gestantes no SUS

  • Eu acho de um mal carectismo imenso um medico "roubar" esse momento de parir de uma mulher por DINHEIRO . Parto normal por favor ! ❤ Respeita .

Leave a Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *